Do casamento, do celibato e dos filhos – pt 2

Penso que a pergunta que qualquer pessoa sensata deveria fazer-se antes de escolher um cônjuge é: “eu me sentiria tranqüilo sabendo que essa pessoa ficará com meus filhos se eu vier a morrer antes de eles estarem criados?”. Isso, para mim, eliminaria 95% da população brasileira.

É complicado classificar as qualidades humanas em grupos, mas de uma maneira bastante grosseira se pode dividi-las em afetivas, intelectuais e de caráter.

Conheço pessoas que são afetuosas, acolhedoras e se fazem gostar por todos. No entanto, nem sempre isso é acompanhado por um desenvolvimento intelectual satisfatório ou por um caráter firme. Outras pessoas (inclusive o homem que mais perto esteve de ser o pai dos filhos que eu não terei) têm um caráter impecável e são de total confiança, mas nem sempre a sua formação intelectual é satisfatória. Há ainda aqueles que são intelectualmente brilhantes, mas que após tanta leitura e reflexão acabaram por se tornar frios e parecem estar constantemente analisando e criticando os demais, tornando-se pessoas não muito agradáveis de ter-se ao lado.

Enfim, são várias combinações possíveis entre esses grupos de qualidades, mas raras são as pessoas com equilíbrio entre eles. Uma pessoa terna, culta e de caráter firme é uma raridade, e não gostaria que meus eventuais filhos fossem criados por uma pessoa que não tivesse essas qualidades. Embora eu mesma não as tenha…

Anúncios

Sobre ociolivre

A prática do ócio livre era o ideal de vários filósofos antigos. Onde nossas reflexões nos levarão?
Esse post foi publicado em Alma gêma, Filosofia e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s