Do meu amor por crianças hispanohablantes e por velhinhos minhotos

Por trás dessa minha carinha séria, há uma pessoa que se enternece com coisas bobíssimas. Coisas completamente inesperadas fazem meu coração se encher de amor, a ponto de quase explodir.

Uma delas é ouvir criancinhas falando em espanhol. Aquelas vozes agudinhas falando em um idioma tão vibrante, mas com o final das palavras meio arrastadinho, manhoso, típico das crianças, me fazem vomitar corações.

E outra é ouvir os velhinhos (homens) da região aqui do Minho. Estar aqui já me faz sentir num romance do Julio Dinis, e ouvir os velhinhos me chamando de “menina”, com aquele sotaque português bem fechado, me faz pensar que estou rodeada por Josés das Dornas.

É muito amor!!

Anúncios

Sobre ociolivre

A prática do ócio livre era o ideal de vários filósofos antigos. Onde nossas reflexões nos levarão?
Esse post foi publicado em Cotidiano, Literatura e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s