Arquivo da categoria: Literatura

Da necessidade de “reprogramar” o cérebro

Depois de quase um ano em que muita coisa mudou, volto a escrever aqui… Boa parte do meu tempo livre foi direcionada para a minha dissertação de mestrado e para o cultivo de um novo (e espero que eterno!) relacionamento. Então, … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano, Filosofia, Literatura | Marcado com , | Deixe um comentário

De Tolstoi

Depois de algum tempo afastada dos russos, voltei à carga com Ana Kariênina. Minha irmã, que havia pegado o livro com uma amiga, tentou me dissuadir de ler, com receio de que eu pulasse pela janela de casa. Após jurar … Continuar lendo

Publicado em Alma gêma, Literatura, Morte | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

De “O Tempo e o Vento” – Versão 2013

Quando começaram os boatos de que seria produzida uma versão de “O Tempo e o Vento” para o cinema, a primeira coisa que pensei foi: não vai dar certo. Como compactar “O Continente” (primeira parte da trilogia) inteiro em um … Continuar lendo

Publicado em Cinema, Literatura, Televisão | Marcado com | Deixe um comentário

De “O que é que eu vou fazer com essa tal liberdade?”

Aproveitando as férias, resolvi saldar uma dívida com a dramaturgia brasileira e, finalmente, assistir a primeira versão de “Escrava Isaura”. Minhas impressões sobre a novela merecem um post a parte, mas já digo que o que me fez gostar bem … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano, História, Literatura, Questões raciais, Televisão | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Da Necessidade de Novos “Cautionary Tales”

Penso que a adolescência deve ter sido difícil desde o princípio dos tempos, mas me parece também que, hoje, os adolescentes têm bem menos limites do que em qualquer outro momento. Não há freios, muito pouco é proibido. Em parte … Continuar lendo

Publicado em Cotidiano, Literatura | Marcado com , , | Deixe um comentário

De Bento Coutinho

Penso que nunca mencionei isso aqui, mas sou completamente maluca pela história de “A muralha”, tanto a série quanto o livro. E hoje, lendo tranquilamente o segundo volume da biografia de Getúlio Vargas, escrita pelo sensacional Lira Neto, descobri que … Continuar lendo

Publicado em História, Literatura, Televisão | Marcado com , | Deixe um comentário

Da Imperatriz D. Leopoldina

Como já escrevi em diferentes oportunidades, personagens trágicos me atraem demais. Adèle Hugo e Manoela (a “noiva de Garibaldi”) fascinam-me com seus amores infelizes, mas outra mulher as supera em termos de sofrimento: a Imperatriz D. Leopoldina, esposa de D. … Continuar lendo

Publicado em História, Literatura | Marcado com , | Deixe um comentário